saocamilolelis igreja_matriz

Paróquia São Camilo de Léllis,

"Uma obra de fé, abençoada pelo espírito comunitário dos cristãos da Mata da Praia".

REFRÃOS E SALMOS PARA COMUNHÃO
ANOS A, B, C - DOMINGOS DO TEMPO COMUM

Ano A (Tom G) Versão e Música: Frei J. A. Fontanella (CD Liturgia VI, f.5 - Paulus)
2º Domingo (Cf Jo 1,29)
És, Jesus, o Cordeiro de Deus / que te ofertas para ser imolado. / Vem nos dar o alimento da vida / e tirar deste mundo o pecado.
3º Domingo (Cf Mt 4,16)
Houve um tempo em que éramos trevas, / hoje andamos à luz de tua
luz. / Tua face é que nos ilumina / para andarmos no claro, ó Jesus!
Ano B (Tom G) Versão e Música: Frei J. A. Fontanella (CD Liturgia IX / Melodia igual à da f.5, CD Liturgia VI - Paulus)
2º Domingo (Cf Jo 1,36-37)
Jesus passa e o Batista o aponta: / “Eis aí o Cordeiro de Deus!” / Os
discípulos viram Jesus / e seguiram o Filho de Deus.
3º Domingo (Cf Mc 1, 14-15)
Está próximo o Reino de Deus! / Ouçam todos e “mudem de vida!” /
É Jesus quem nos dá este alerta: /“Acreditem na Boa-Notícia!”

Ano C (Tom G) Música: Ir. Míria T. Kolling (CD Liturgia XI, f.3 - Paulus)
2º Domingo (Cf Jo 2,11)
Foi assim em Caná, foi assim / que os sinais de Jesus começaram, /
sua glória se manifestou / e os discípulos acreditaram!
3º Domingo (Lc 4,18)
O Espírito está sobre mim, / o Espírito a mim consagrou / Boa-Nova
aos cativos levar, / a seus pobres pregar me enviou!
4º Domingo (Cf Lc 4,21)
Hoje aqui se cumpriu a escritura: / as palavras de Deus se cumpriram, / as palavras que Cristo anunciou, / as palavras que todos ouviram!
5º Domingo (Cf Lc 5,5)
Muito embora cansados, Senhor, / e de tanto esta noite lutar, / sairemos, à tua palavra, / pelo mundo afora, a pescar!

624 Canto de Zacarias (Cf Lc 1,68-79)
1 - Bendito o Deus de Israel, / que a seu povo visitou / e deu-nos libertação, / enviando um Salvador / da casa do rei Davi, / seu ungido servidor.
2 - Cumpriu-se a voz dos profetas / desde os tempos mais antigos, /
quis libertar o seu povo / do poder dos inimigos, / lembrando-se da aliança / de Abraão e dos antigos.
3 - Fez a seu povo a promessa / de viver na liberdade / sem medos
e sem pavores / dos que agem com maldade. / E sempre a ele servir / na justiça e santidade.
4 - Menino, serás profeta / do Altíssimo Senhor / pra ir à frente aplainando / os caminhos do Senhor, / anunciando o perdão / a um povo pecador.
5 - É Ele o Sol Oriente / que nos veio visitar. / Da morte, da escuridão,
/ vem a todos libertar / a nós, seu povo reunido, / para a paz faz caminhar.
6 - Ao nosso Pai demos glória / e a Jesus louvor, também. / Louvor
e glória, igualmente, / ao Espírito que vem. / Que nosso louvor se estenda / hoje, agora e sempre. Amém!

Ano A (Tom: F#m) Versão e Música: Frei Joaquim Fonseca de Souza (CD Liturgia
VI, f.7 - Paulus)
 4º Domingo (Cf Mt 5, 3-12)
Felizes os pobres, felizes os mansos, / quem busca a justiça com sede e com fome. / Feliz quem quer paz, feliz quem é puro, / feliz quem padece, Senhor, por teu nome!
5º Domingo (Cf Mt 5, 13-16)
Senhor, nós queremos ser luz para o mundo, / que vive nas trevas,
andando no escuro. / Queremos ser sal levando pra todos / o gosto
da vida num mundo tão duro.
6º Domingo (Cf Mt 5,19)
Aquele que faz, aquele que ensina / os teus mandamentos, tua lei,
ó Senhor, / no Reino do Céu bem visto será, / no Reino do Céu será
o maior!
7º Domingo (Cf Mt 5,46)
Se amam somente quem ama vocês, / se só querem o bem aos que
bem lhes querem, / me digam vocês, pergunta o Senhor, / que prêmio
terão se assim só fizerem?
8º Domingo (Mt 5,26-33)
Olhai para os lírios, olhai para as aves, / tão belas e alegres, sem nada faltar. / Buscai a justiça do Reino de Deus, / melhor assistência
Ele há de vos dar.
9º Domingo (Mt 7,24-26)
Senhor, és a pedra, lajedo seguro, / em que minha casa eu quero firmar. / Que o teu alimento nos dê mais firmeza / pra sempre a vontade do Pai praticar.
10º Domingo (Mt 9,12-13)
Senhor, Tu vieste mostrar aos errados, / de novo, o caminho da Casa
do Pai. / Tu deste teu Corpo, Tu deste teu Sangue / pra ser o sustento do Filho que cai.

Ano B (Tom: F#m) Versão e Música: Frei Joaquim Fonseca de Souza (Melodia igual à da f.7, CD Liturgia VI - Paulus)
4º Domingo (Cf Mc 1,24)
Eu sei quem Tu és, ó Jesus Nazareno, / o Santo de Deus, eu sei quem Tu és! (bis)
5º Domingo (Cf Mc 1,32-34)
Levavam a Jesus as pessoas doentes, / curava Jesus os males da
gente. (bis)
6º Domingo (Cf Mc 1,40-41)
Senhor, se Tu queres, Tu podes curar-me. / Jesus disse: “Eu quero,
puro hás de ficar!” (bis)
7º Domingo (Cf 2,12)
Louvavam a Deus por ver tais maravilhas, / por quanto Jesus por eles fazia. (bis)
8º Domingo (Cf Mc 2,22)
Em velhos barris não dá vinho novo, / o novo só cabe em novos barris. (bis)
9º Domingo (Cf Mc 3,5)
Jesus disse ao homem, da mão ressequida: / “Estenda a mão!” E ei-la estendida. (bis)
10º Domingo (Cf Mc 3,35)
Quem faz a vontade de Deus, Pai do céu / é mãe, é irmã, é como irmão meu! (bis)
11º Domingo (Cf Mc 4,31-32)
O Reino de Deus, qual grão de mostarda, / se faz grande arbusto, das aves pousada. (bis)

Ano C (Tom: F#m) Versão e Música: Frei Joaquim Fonseca de Souza (CD Liturgia
XI, f.10 - Paulus)
6º Domingo (Cf Lc 6,20)
Felizes os pobres, felizes os mansos, / quem busca a justiça com sede e com fome. / Feliz quem quer paz, feliz quem é puro, / feliz quem padece, Senhor, por teu nome!
7º Domingo (Cf Lc 6,36)
Senhor, Tu nos manda amar sem medida, / assim como o Pai que a
seus filhos deu vida. / Amemos o irmão, assim como Tu, / que, neste
banquete, és nossa comida.
8º Domingo (Cf Lc 6,42)
Com a trave no olho queremos limpar / os olhos dos outros e os outros julgar. / Senhor, vem curar-nos na Eucaristia, / somente a humildade produz alegria!
9º Domingo (Cf Lc 7,6-7)
Senhor, não te aflijas, pois eu não mereço / que entres na casa de
tão pobre servo; / mas dize somente uma tua palavra / e a vida da
gente há de ficar salva!
10º Domingo (Cf Lc 7,14-15)
“Menino, eu te ordeno, levanta-te agora!” / Falou o Senhor, e, na mesma hora, o morto se senta, à mãe entregou / e toda a cidade se
maravilhou.
11º Domingo (Cf 7,47)
Se esta mulher, que na vida errou, / um tão grande amor nos agora
mostrou, / é que suas faltas, seus muitos pecados / só podem ter sido por Deus perdoados!
12º Domingo (Cf Lc 9,24)
Quem quer me seguir, que ele tome sua cruz, / se negue e me siga,
quem diz é Jesus. / Quem perde sua vida por causa de mim / irá encontrar uma vida sem fim!

625 SALMO 34/33
1 - Vamos juntos dar glória ao Senhor / e a seu nome fazer louvação.
/ Procurei o Senhor, me atendeu, / me livrou de uma grande aflição.
2 - Olhem todos pra ele e se alegrem, / todo tempo sua boca sorria!
/ Este pobre gritou e Ele ouviu, / fiquei livre de minha agonia.
3 - Acampou na batalha seu anjo / defendendo seu povo e o livrando.
/ Provem todos pra ver como é bom / o Senhor que nos vai abrigando.
4 - Santos todos, adorem o Senhor, / aos que o amam, nenhum mal
assalta. / Quem é rico empobrece e tem fome, / mas a quem busca a Deus nada falta.
5 - Ó meus filhos, escutem o que eu digo / pra aprender o temor do
Senhor. / Qual o homem que ama sua vida / e a seus dias quer dar mais valor?
6 - Tua língua preserva do mal / e não deixes tua boca mentir. / Ama o bem e detesta a maldade, / vem a paz procurar e seguir!
7 - Deus ouviu quando os justos chamaram / e livrou-os de sua aflição. / Está perto de quem se arrepende, / ao pequeno Ele dá salvação.
8 - Sobre o justo o Senhor olha sempre, / seu ouvido se põe a escutar. / Que teus olhos se afastem dos maus, / pois ninguém deles vai se lembrar.
9 - Para o justo há momentos amargos, / mas vem Deus pra lhe dar proteção. / Ele guarda com amor os seus ossos, / nenhum deles terá perdição.
10 - A malícia do ímpio o liquida, / quem persegue o inocente é arrasado. / O Senhor a seus servos liberta, / quem o abraça não é castigado.

Ano A (Tom: Am) Versão e Música: Pe. Ney Brasil Pereira (CD Liturgia VI, f.16 - Paulus)
11º Domingo (Cf Mt 10,8)
Ref.: Vem, Senhor, vem curar nossos males, / libertar-nos das duras
correntes! / Vem trazer aos perdidos a graça / e a saúde vem dar aos doentes!
12º Domingo (Cf Mt 10, 30-31)
Por tua causa nos pisam e maltratam, / mas está junto a nós, vigilante. / Nenhum mal vai vencer-nos, Senhor: / esta ceia é reforço constante.
13º Domingo (Cf Mt 10, 38-39)
Não é digno de mim todo aquele / que não quer carregar sua cruz. /
Quem, por causa de mim, perde a vida / a encontra, depois, diz Jesus.
14º Domingo (Cf Mt 11,28)
Venham todos a mim, venham todos, / vocês todos que estão fatigados, / pelo fardo da vida oprimidos, / que Eu darei o repouso almejado!

Ano B (Tom: Am) Versão e Música: Pe. Ney Brasil Pereira (Melodia igual à da f.16,
CD Liturgia VI - Paulus)
12º Domingo (Cf Mc 4,39)
Acalmaste, Senhor, a procela / e fizeste que o mar se abrandasse; /
que, nas duras tormentas da vida, / tudo cesse ao clarão de tua face.
13º Domingo (Cf Mc 5,41-42)
Quantos mortos, na estrada da vida, / só esperam escutar a tua voz. /
Vem, Senhor, vem depressa chamá-los / pra que venham viver entre nós.
14º Domingo (Cf Mc 6,2)
Quantas vezes, Senhor, desprezamos / tua voz que nos quer libertar. / Nesta ceia queremos, de novo, / nossa fé com amor professar.
15º Domingo (Cf Mc 6,12-13)
Enviados ao mundo por ti, / haveremos de o mal enfrentar. / Nesta
ceia, teu Corpo e teu Sangue / são reforço para o caminhar.
16º Domingo (Cf Mc 6,34)
Como ovelhas que vão sem pastor, / nós queremos por ti ser seguidos. / Vem nos dar o teu Corpo e o teu Sangue, / pois nós somos por ti muito amados.

626 SALMO 96/95
1 - Um canto novo ao Senhor, / ó terras todas, cantai! / Louvai seu nome bendito, / diariamente aclamai! / Sua glória, seus grandes feitos / aos povos todos contai!
2 - Ele é o maior dos senhores: / merece nosso louvor; / e mais do que aos deuses todos / nós lhe devemos temor. / Os outros deuses são nada, / Ele é do céu Criador.
3 - Sabei que o Senhor é Rei / e traz justiça a esta terra. / Alegrem-se
o mar e os peixes / e tudo o que o mundo encerra. / Os campos, plantas, montanhas / e as árvores da floresta.
4 - Ele é o Senhor do universo / e faz justiça a seu povo. / Aos povos
há de julgar, / reinando no mundo todo. / Por isso, a ele cantai, / ó terras, um canto novo!

Ano A (Tom: C) Versão e Música: Ir. Míria T. Kolling (CD Liturgia VI, f.22 - Paulus)
15º Domingo (Cf Mt 13,23)
Terra boa é aquele que ouviu / e a palavra de Deus praticou. / A semente na terra caiu / e de terra tão boa brotou! (2x)
16º Domingo (Cf Mt 13,43)
Quem pertence ao Reino de Deus / é a boa semente, é farol. / Quando os tempos chegarem ao fim, / os fiéis brilharão como o sol. (2x)
17º Domingo (Cf Mt 13,49)
Quando os tempo chegarem ao fim, / enviados, os anjos virão / separar os que mal procederam / dos que bons declarados serão! (2x)
18º Domingo (Cf Mt 14,19)
Cinco pães e dois peixes tomou, / aos discípulos deu peixe e pão. /
Os discípulos vão e repartem, / e se farta a maior multidão. (2x)

627 SALMO 119/118
1 - Feliz quem anda com a verdade, / na lei de Deus, com integridade!
/ Feliz quem guarda seu mandamento / no coração, no pensamento!
2 - Ah! quem me dera que, em meu andar, / teus mandamentos possa eu guardar! / Se aos mandamentos obedecer, / não vai o mal acontecer!
3 - Quando tuas leis eu aprender, / vou te louvar e agradecer! / Eu vou guardar teu mandamento, / mas não me deixes no esquecimento.
4 - Os que as maldades sabem evitar, / a estrada certa vão encontrar!
/ Senhor, Tu deste os teus mandados / para que sejam sempre guardados!
Obs.: Para os domingos 19º, 20º, 21º, 22º, “Cantai ao Senhor” nº 501 (É bom estarmos Juntos).

Ano A (Tom: D) Versão e Música: Pe. José Cândido da Silva (CD Liturgia VII, f.8 - Paulus)
23º Domingo (Cf Mt 18,15)
Vá e mostre o erro do seu irmão / quando ele, um dia, pecar! / Vá e
mostre o erro que ele fez, / mas isso em particular. / Se ele ouvidos
quiser lhe dar, / um irmão você vai ganhar. (2x)
24º Domingo (Cf Mt 18,35)
Meu pai não vai perdoar jamais, / meu pai não perdoa não / se a seu
irmão você negar / o seu sincero perdão, / se o coração você vai fechar / e não perdoa ao irmão. (2x)
25º Domingo (Cf Mt 20, 16)
Quem são, quem são, quem serão, no fim, / do Reino teu os herdeiros? / Senhor, já nos ensinaste: / “Os últimos são primeiros!” / E vice-versa, os de frente / no Reino são derradeiros! (2x)
26º Domingo (Cf Mt 21, 31b)
Não basta chamar: “Senhor, Senhor!” / pra entrar na Igreja do amor. /
Há gente que já deu quedas / e sabe que é pecador. / E está mais perto do Reino / do que quem é julgador. (2x)

628 SALMO 103/102
1 - Bendiz, minh’alma, o Senhor! / Seu nome seja louvado! / Minh’
alma, louva o Senhor / por tudo que me tem dado! / Me cura as enfermidades / e me perdoa os pecados.
2 - Me tira da triste morte, / me dá carinho e amor. / Com sua misericórdia / do abismo ele me tirou. / E, como se eu fosse águia, / vem renovar o meu vigor.
3 - Consegue fazer justiça / a todos os oprimidos. / Guiou Moisés no deserto, / a Israel escolhido. / Tem pena, tem compaixão / e não se sente ofendido.
4 - Guardando mágoa não fica / e é lento pra castigar. / É sempre cheio de amor / e gosta de perdoar. / De nossos erros não usa / para de nós se vingar.
5 - Distância da terra ao céu, / medida do seu amor. / Distância do poente ao nascente, / as nossas faltas vai pôr. / Qual pai que tem dó dos filhos, / de nós tem pena o Senhor.
6 - Conhece nossa fraqueza, / que somos como poeira. / A nossa vida é uma planta, / uma pobre erva rasteira: / o vento vem e a desfolha, / já não se sabe onde era.
7 - O amor de Deus aos que o temem / se mostra em cada momento. / Também a sua justiça protege eternamente / a quem se apega à aliança / e cumpre seus mandamentos.
8 - Firmou no céu o seu trono / e ao mundo vai dominar. / Seus anjos cantam sua glória / e trazem o que Ele mandar. / Que a terra e todos os homens / comigo venham louvar!

Ano A (Tom: C) Versão e Música: Frei Joel Postma (CD Liturgia VII, f.15 - Paulus)
27º Domingo (Cf Mt 21,33a.37)
Ó Pai, somos nós esta vinha, / que Tu com carinho plantaste. / A fim
de colher os seus frutos, / a nós o teu Filho enviaste. (2x)
28º Domingo (Cf Mt 22,2-4)
Um rei fez um grande banquete, / o povo já foi convidado. / A mesa
já está preparada, / já foi o Cordeiro imolado. (2x)
29º Domingo (Cf Mt 22,21)
A César darão o que é dele, / se a ele é que estão a servir! / A Deus
o que é dele ofereçam / se querem justiça cumprir! (2x)
30º Domingo (Cf 22,37)
Teu Deus e Senhor amarás / de todo esse teu coração, / com tudo o
que é tua vida, / com toda tua compreensão! (2x)
31º Domingo (Cf Mt 23,9-10)
Um só é o Pai de vocês, / um só é o Guia: Jesus! / Quem quer ir à glória com ele, / carregue com ele sua cruz! (2x)

629 (Cantai - CD 4)
1 - Eu me sinto feliz perto de Deus / em achar um abrigo no Senhor.
2 - Eu agora estarei sempre com ele, / pois me veio trazendo pela
mão.
3 - Vosso plano de amor me vai guiando / para chegar, finalmente,
em vossa glória.
4 - Quem se afasta de vós nada consegue, / quem se alegra sem vós não é feliz.
5 - Vou cantar a bondade do Senhor / pelas ruas e praças da cidade.

Ano A (Tom: Am) Versão e Música: Hamilton F. dos Santos (CD Liturgia VII, f.18 -
Paulus)
32º Domingo (Cf Mt 25,13)
É preciso ficar acordado / para entrar no cortejo festivo. / Estás sempre chegando, Senhor, / pra te unires a nós no Pão vivo, / no Pão vivo, Pão vivo, Pão vivo.
33º Domingo (Cf Mt 25,21)
Muito bem, servidor tão fiel, / que tão pouco, tão bem governou! / Muito mais eu lhe vou confiar! / Minh’alegria você conquistou, / você
conquistou, conquistou, conquistou!

630 SALMO 62/61
1 - Só em Deus acho repouso, / dele espero a salvação, a salvação.
/ Ele é a rocha que me salva, / força pra eu não ir ao chão. / Até quando vocês juntos / contra um só atacarão?
2 - Contra um muro que se inclina / ou parede a desabar, a desabar?
/ Já tramaram derrubar-me / e não sabem se calar. / Sua boca diz louvores, / dentro pensam em condenar.
3 - Povo, espera no Senhor, / abre a ele o coração, o coração. / Todo homem é só um sopro, / mesmo os bons falam ilusão. / Se botarmos na balança, / sobem mais que um balão.
4 - “Só Deus tem poder e glória!” / Foi assim que eu entendi, que eu entendi. / A bondade, só Tu tens, / o amor se encontra em ti. / Dás conforme a gente faz, / também isto eu entendi.

Anos A e B (Tom: F) Versão e Música: Frei Joel Postma (CD Liturgia VII, f.22 - Paulus)
34º Domingo (Cf Mt 25,31-32)
O Filho do homem virá, virá, / na sua glória virá, virá, / para julgar, virá, virá, / todos os povos e reinará!

631 SALMO 50/49
1 - Falou Deus, o Senhor, chamou a terra, / do nascente ao poente
a convocou. / Deus refulge em Sião, beleza plena, / não se cala ante nós, que ele chamou. (2x)
2 - “Reuni, na minha frente os meus eleitos, / que a aliança selaram
ante o altar”. / Testemunho será o próprio céu, / porque Deus, Ele mesmo, vai julgar. (2x)
3 - Eu não vim criticar teus sacrifícios, / estão diante de mim teus holocaustos / Não preciso do gado de teus campos, / nem dos muito carneiros de teus pastos. (2x)
4 - Faze a Deus sacrifício de louvor, / cumpre os votos que a ele tu
fizeste. / Vem, me invoca na hora das angústias, / Eu virei te livrar do que sofreste. (2x)
5 - Se tu vês um ladrão, foges com ele / e com os grupos de adúlteros
te juntas. / Tua boca utilizas para o mal, / tramam os lábios as fraudes que são muitas. (2x)

Ano B (Tom: C) Versão e Música: Frei Tito de Medeiros (CD Liturgia IX, f.9 - Paulus)
17º Domingo (Mc 6,41)
Senhor, a fome no mundo / faz tanta gente morrer! / Ainda não aprendemos / a mão ao faminto estender. / Nós mesmos dando-lhe
pão / pra vida a morte vencer. (2x)
18º Domingo (Jo 6,35)
Eu sou o pão necessário, / é o próprio Pai quem vos dá. / É, no deserto da vida, / o verdadeiro Maná. / Quem come deste alimento /
a vida eterna terá. (2x)
19º Domingo (Jo 6,51)
Teu corpo é nosso alimento, / reforço pra caminhada. / Queremos o
Pão da Vida / ao longo da nossa estrada. / Senhor, nos dá vida eterna / agora e após a jornada. (2x)
20º Domingo (Jo 6,51-52)
Eu sou, Eu sou o Pão vivo, / do céu o novo Maná. / Quem deste pão
se alimenta / eterna vida terá. / Quem nos garante é Jesus, / o pão
que a vida nos dá. (2x)
21º Domingo (Jo 6,55)
Quem come da minha carne / e quem meu sangue beber, / eterna
vida terá. / E Eu o ressuscitarei, / quem nos garante é Jesus, / eterna
vida há de ter! (2x)

632 SALMO 78/77
1 - Escuta, ó meu povo, a minha Lei, / ouve atento as palavras que
Eu te digo. / Abrirei a minha boca em parábolas, / os mistérios do passado lembrarei.
2 - Não havemos de ocultar aos nossos filhos, / mas à nova geração
nós contaremos / as grandezas do Senhor e seu poder, / os seus feitos que por nós realizou.
3 - Rochedos no deserto Ele partiu / e lhes deu pra beber águas correntes; / mas pecaram contra ele sempre mais, / provocaram no deserto o Deus Altíssimo.
4 - Falavam contra Deus e assim diziam: / “Eis que fere os rochedos
num momento, / faz as águas transbordarem em torrentes, / mas será também capaz de dar-nos pão?”
5 - Ordenou, então, às nuvens, lá dos céus / e as compotas das alturas fez abrir; / fez chover-lhes o maná e alimentou-os / e lhes deu pra comer o pão do céu.
6 - O homem se nutriu do pão dos anjos, / pois mandou-lhes alimento
em abundância; / e comeram e beberam à vontade, / o Senhor satisfizera os seus desejos.

Ano B (Tom: E) Versão e Música: Reginaldo Veloso (CD Liturgia IX, f.11 - Paulus)
22º Domingo (Mc 7,20)
O mal que sai de nós, / que vem do coração, / impuros, sim, nos faz, /
diz o Senhor, irmãos! / O mal que sai de nós, / do coração!
23º Domingo (Mc 7,37; Mc 11,5)
Todas as coisas bem / fez o Senhor Jesus, / ouvir o surdos fez, / dos
cegos foi a luz; / os mudos fez falar / Cristo Jesus.
ou (Jo 8,12)
Do mundo Eu sou a luz, / quem me quiser seguir, / nas trevas não irá, / a luz vai possuir. / Do mundo Eu sou a luz, / vem me seguir!
24º Domingo (Mc 8,35)
Se alguém me quer seguir, / a si tem que negar, / tomar a cruz e vir /
comigo a caminhar. / Se alguém me quer seguir, / a cruz tomar!
25º Domingo (Mc 9,35)
Primeiro quem será? / O último há de ser, / a todos vai servir, / a Jesus nos vem dizer. / Primeiro há de ser / quem mais servir!
ou (Jo 10,14)
Eu sou o bom Pastor, / conheço a minha grei / e conhecido Eu sou
/ por meu rebanho, Eu sei. / Eu sou o bom Pastor, / vocês, a grei!

633 SALMO 139/138
1 - Meu coração penetras / e lês meus pensamentos. / Se luto ou se descanso, / Tu vês meus movimentos. / De todas minhas palavras / Tu tens conhecimento.
2 - Quisesse eu me esconder / do teu imenso olhar, / subir até o céu
/ na terra me entranhar, / atrás do horizonte, / lá iria te encontrar!
3 - Por trás e pela frente, / teu ser me envolve e cerca. / O teu saber
me encanta, / me excede e me supera. / Tua mão me acompanha,
/ me guia e me acoberta!
4 - Se a luz do sol se fosse, / que escuridão seria!... / Se as trevas me envolvessem, / o que adiantaria?... / Pra ti, Senhor, a noite / é clara como o dia!
5 - As fibras do meu corpo / teceste e entrançaste. / No seio de minha mãe / bem cedo me formaste. / Melhor do que ninguém / me conheceste e amaste!
6 - Teus planos insondáveis! / Sem fim, tuas maravilhas! / Contá-las
eu quisera, / mas quem o poderia?... / Como da praia a areia, / só Tu as saberias!
7 - Que os maus da terra sumam, / pereçam os violentos, / que tramam contra ti / com vergonhoso intento, / abusam do teu nome / para seus planos sangrentos.
8 - Mas vê meu coração / e minha angústia sente! / Olha, Senhor, meus passos / se vou erradamente! / Me bota no caminho / da vida para sempre!

Ano B (Tom: C) Melodia: Folcmúsica Religiosa (CD Liturgia IX, f.13 - Paulus)
26º Domingo (Mc 9,47)
É melhor, com apenas um olho, / dar entrada no Reino de Deus / do
que ter os dois olhos perfeitos / e do Reino da morte ser réu!
27º Domingo (Mc 10,15)
Quem o Reino de Deus não acolhe, / como o faz pequenina criança, /
nunca mais vai entrar neste Reino, / diz Jesus, não verá esta  herança!
28º Domingo (Mc 10,21)
“Uma coisa te falta, irmão: / vai vender as riquezas que tens! / Dá, depois, o dinheiro aos pobres / e no céu tu terás outros bens!”
29º Domingo (Mc 10,45)
Veio o Filho do Homem ao mundo / para dar sua vida por muitos; /
foi o preço da libertação / quem se faz, nesta mesa, teu pão!
30º Domingo (Mc 10,51b)
Desejamos, ó Mestre, enxergar / tua luz que clareia as estradas. /
Recebendo na Ceia teu Corpo, / temos força pras grandes jornadas.

634 SALMO 113/112
1 - Louvai, ó servos do Senhor, louvai, / ao nome santo do Senhor
cantai! / Agora e para sempre é celebrado, / desde o nascer ao pôr do sol louvado.
2 - Acima das nações domina Deus, / sua glória é maior que os altos céus. / Ninguém igual a Deus, que das alturas / se inclina para olhar as criaturas!
3 - Do chão levanta o fraco humilhado / e tira da miséria o rejeitado.
/ Faz deles com os grandes uma família, / da estéril mãe feliz de filhos.
4 - Louvado seja o Pai, Deus Criador, / louvado seja o Filho Redentor!
Louvado seja o Espírito de Amor: / Três vezes Santo, Altíssimo
Senhor!

Ano B (Tom: Am) Versão e Música: Hamilton F. dos Santos (Melodia igual à da f.18, CD Liturgia VII - Paulus)
31º Domingo (Cf Mc 12,29-30)
O amor que devemos a Deus / se completa com o amor dos irmãos. /
Nesta ceia de amor nos unimos: / bem unidos, nos damos as mãos! (2x)
32º Domingo (Rf Mc 12,44)
Não importa o tamanho da oferta, / o que conta é o amor que a conduz.
/ Nesta ceia de pão e de vinho, / Corpo e Sangue nós dá, ó Jesus! (2x)
33º Domingo (Rf Mc 13,27)
Vem o dia por nós esperado / do encontro final com Jesus. / Todos
vivos, alegres, cantando, / louvarão a vitória da cruz! (2x)
34º Domingo (Tom: F) Versão e Música: Frei Joel Postma (Melodia igual à da f.22, CD Liturgia VII - Paulus)
O Filho do Homem virá, virá, / na sua glória virá, virá, / para julgar,
virá, virá, / todos os povos e reinará!
SALMO 62/61 (Mesmo salmo do nº 630)
1 - Só em Deus acho repouso, / dele espero a salvação, a salvação.
/ Ele é a rocha que me salva, / força pra eu não ir ao chão. / Até quando vocês juntos / contra um só atacarão?
2 - Contra um muro que se inclina / ou parede a desabar, a desabar?
/ Já tramaram derrubar-me / e não sabem se calar. / Sua boca diz louvores, / dentro pensam em condenar.
3 - Povo, espera no Senhor, / abre a ele o coração, o coração. / Todo homem é só um sopro, / mesmo os bons falam ilusão. / Se botarmos na balança, / sobem mais que um balão.
4 - “Só Deus tem poder e glória!” / Foi assim que eu entendi, que eu entendi. / A bondade, só Tu tens, / o amor se encontra em ti. / Dás conforme a gente faz, / também isto eu entendi.

Ano C (Tom: F) Versão e Música: Reginaldo Veloso (CD Liturgia XI, f.18 - Paulus)
13º Domingo (Cf Lc 9,51)
Partiste a Jerusalém / ao encontro da cruz sem temor. / A tua graça
nos dás, / seguiremos firmados no amor!
14º Domingo (Cf Lc 10,1)
Setenta e dois escolheu, / seus discípulos Cristo enviou / pra dar notícia do Reino, / anunciando que o céu já chegou.
15º Domingo (Cf Lc 10,37)
Samaritano que importa, / é só Ele quem tem compaixão, / quem se
aproxima e socorre. / Vá você, faça o mesmo ao irmão!
16º Domingo (Cf Lc 10,42)
Uma só coisa é preciso, / necessário é uma coisa só; / Maria soube
escolher / e escolheu foi a parte melhor.

635 SALMO 84/83
1 - Como é boa a tua casa, / como é bom morar contigo! / Por ti  suspira a minh’alma, / meu coração, ó Deus vivo!
2 - Encontrou a andorinha / ninho para os seus filhotes; / o teu altar,
tua casa / eu encontrei, ó Deus forte!
3 - Bem felizes os que moram / no limiar de tua casa. / Os que em
ti se apoiam / celebrarão tua graça!
4 - Pois um dia em tua casa, / vale mais que mil lá fora. / A conviver
com perversos / prefiro estar à tua porta!
5 - Bem feliz quem acha em ti / força para caminhar. / Passando por
terra seca, / em fontes vai transformar.

Ano C (Tom: D) Versão: DR / Música: Jocy Rodrigues e Frei Luiz Turra (CD LiturgiaXI, f.23 - Paulus)
17º Domingo (Lc 11,10)
Ó Senhor, quem te pede recebe; / quem procura há de um dia encontrar. / Bato à porta do teu coração, / vais abrir, e Eu, feliz, vou entrar.
18º Domingo (Cf Lc 12,33)
Um tesouro que não se desgasta, / que não perde jamais seu valor, /
é preciso ajuntá-lo no céu, / o amigo que avisa é o Senhor!
19º Domingo (Lc 12,35-36)
Sempre prontos estejam vocês, / vigilantes, vigias atentos, / esperando o Senhor que retorna / e que chega a qualquer momento.
20º Domingo (Lc 12,49)
Vim lançar sobre a terra um fogo, / um incêndio Eu vim atear, / meu
prazer será vê-lo aceso, / ver o incêndio, meu gosto será!
21º Domingo (Lc 13,30)
A justiça do Reino é assim: / lá, os últimos são os primeiros. / E os
que são os primeiros no mundo, / neste Reino serão derradeiros!

636 SALMO 27/26
1 - O Senhor é minha luz, / Ele é minha salvação. / O que é que eu
vou temer? / Deus é minha proteção. / Ele guarda a minha vida: / eu não vou ter medo, não! (2x)
2 - Quando os maus vêm avançando, / procurando meu acuar, / desejando ver meu fim, / só querendo me matar, / inimigos opressores / é que vão se liquidar! (2x)
3 - Se um exército se armar / contra mim, não temerei. / Meu coração
está firme / e firme ficarei. / Se estourar uma batalha, / mesmo assim confiarei. (2x)
4 - A Deus peço uma só coisa, / sei que Ele vai me dar: / habitar na
sua casa, / todo tempo que eu durar, / pra provar sua doçura / e no templo contemplar. (2x)
5 - Ele vai me dar abrigo, / em sua casa vou morar. / Nestes tempos
de aflição, / sei que vai me agasalhar, / me escondendo em sua tenda / pra na rocha eu me firmar. (2x)

Ano C (Tom: C) Versão: DR / Música: Jocy Rodrigues e Ruth A. Rodrigues (CD
Liturgia XII, f.4 - Paulus)
22º Domingo (Lc 14,11)
Quem quiser o melhor lugar / ponha-se no derradeiro. / Quem for o último aqui neste mundo, / no céu será o primeiro.
23º Domingo (Lc 14,27)
Quem não toma a sua cruz / e não vem atrás de mim, / nunca ele poderá ser meu discípulo, / não pode seguir-me assim!
24º Domingo (Lc 15,24)
Um banquete se vai fazer, / meu Filho ressuscitou, / pois quem perdido e morto estava / à sua casa voltou!

637 SALMO 31/30
1 - Ponho em Deus minha esperança, / que eu não fique envergonhado. / Já que é justo, me defende: / sei que vou ser libertado. / Vem ouvir a minha voz, / Eu estou angustiado.
2 - Vem, me mostra a tua face / a brilhar de compaixão. / Tua bondade é sem tamanho, / tens um grande coração. / Os que em ti procuram abrigo, / os que buscam, encontrarão.
3 - Confiando em tua face, / vão vencer os intrigantes. / Recebidos
em tua tenda, / proteção terão constante. / Sê bendito, meu Senhor, / sê bendito em todo o instante!
4 - Eu dizia na aflição: / “Deus não quer saber de mim”. / Vejo, agora, que me ouviu / quando eu reclamava assim. / Santos todos, amém, / louvem o Senhor até o fim!

Ano C (Tom: Dm) Versão: DR / Música: Jocy Rodrigues e Pe. Ney Brasil Pereira
(CD Liturgia XII, f.9 - Paulus) 25º Domingo (Lc 16,13)
Não é possível servir / a dois senhores, com agrado. / Se somos de
Jesus Cristo, / o mundo fique de lado. / Senhor, desprezo as riquezas
/pra caminhar a teu lado.
26º Domingo (Lc 16,22-23)
O pobre foi conduzido / pra junto de Abraão; / os anjos foram seus
guias; / o céu, o seu galardão! / O rico foi pro inferno, / foi grande a
tribulação!
27º Domingo (Lc 17,5)
Depende de termos fé, / fazer o mundo mudar. / Senhor, aqui nesta
ceia, / Tu vens teu Corpo nos dar. / Queremos que Tu consigas / a nossa fé aumentar.

638 SALMO 112/111
1 - Feliz quem teme o Senhor / e ama seus mandamentos. / Seus
filhos serão valentes, / benditos seus descendentes.
2 - Em casa terá fartura, / será sempre dadivoso. / Pra quem é bom,
é luz forte, / bom, misericordioso.
3 - Feliz quem empresta aos outros / e com justiça se porta. / Jamais
há de tropeçar, / ninguém o esquecerá.
4 - Não adianta ter raiva / nem tramar qualquer vingança. Ao Pai,
ao Filho, ao Amor / louvemos com canto e dança!

Ano C (Tom: D) Versão: DR / Música: Maria Fortunata Tavares e Pe. José Weber
(CD Liturgia XII, f.11 - Paulus)
28º Domingo (Lc 17,17-19)
Foram dez os curados, não foram?... / E os outros, os nove, onde
estão?... / Tu, amigo, levanta-te e vai, / tua fé alcançou salvação!
29º Domingo (Cf Lc 18,7)
Nosso Pai de seus filhos se lembra / e há de vir a justiça implantar. /
Nesta ceia, num excesso de amor, / a seus filhos vem alimentar.
30º Domingo (Cf Lc 18,13-14)
“Piedade, meu Deus, piedade, / piedade de mim, pecador!” / Foi a
prece do vil publicano, / que, perdoado, pra casa voltou.
31º Domingo (Cf Lc 19,5)
Desce logo, Zaqueu, desce logo, / desce já, que eu preciso de ti. / Eu
preciso ficar em tua casa, / para isso, amigo, eis-me aqui!
32º Domingo (Cf Lc 20,38)
Deus dos mortos não é nosso Deus! / Nosso Deus é o Deus dos viventes! / Para ele é que todos vivemos, / do Pão vivo comendo contentes!
33º Domingo (Cf Lc 21,18-19)
Um cabelo sequer da cabeça, / Eu garanto que não perderão. / E será pela perseverança / que a vida sem fim ganharão!
SALMO 103/102 (Mesmo salmo do nº 628)
1 - Minh’alma, louva o Senhor! / Seu nome seja louvado! / Minh’alma,
louva o Senhor / por tudo que me tem dado! / Me cura as enfermidades / e me perdoa os pecados.
2 - Me tira da triste morte, / me dá carinho e amor. / Com sua misericórdia / do abismo me retirou. / E, como se eu fosse águia, / vem renovar o meu vigor.
3 - Consegue fazer justiça / a todos os oprimidos. / Guiou Moisés no deserto / a Israel escolhido. / Tem pena, tem compaixão / e não se sente ofendido.
4 - Guardando mágoa não fica / e é lento pra castigar. / É sempre cheio de amor / e gosta de perdoar. / De nossos erros não usa / para de nós se vingar.

Ano C (Tom: Cm) Versão: DR / Música: José Generino (CD Liturgia XII, f.20 - Paulus)
34º Domingo (Cf Lc 23,42,43) Cristo Rei
Ó Jesus, não te esqueças de mim / quando, um dia, em teu Reino vieres! / Ó Senhor, que te lembres da gente / quando, então, em teu
Reino estiveres! (2x)
Salmo 50/49 (Melodia igual à da f.18, CD Liturgia VII - Paulus)
1 - Falou Deus, o Senhor, chamou a terra, / do nascente ao poente
a convocou. / Deus refulge em Sião, beleza plena, / não se cala ante nós, que ele chamou.
2 - “Reuni na minha frente os meus eleitos, / que selaram a aliança
ante o altar!” / O próprio céu será a minha testemunha, / porque Deus, o Senhor mesmo, vai julgar!
3 - Eu não vim criticar teus sacrifícios, / pois estão diante de mim teus holocaustos. / Não preciso dos novilhos dos teus campos, / não aceito os carneiros de teus pastos.
4 - Mas ao ímpio é assim que Deus pergunta: / “Como podes tu falar dos meus preceitos / e trazer minh’aliança em tua boca / se não queres minha lei e meus conselhos?”
5 - Se enxergas um ladrão, foges com ele / e com grupos de adúlteros te juntas. / Tua boca utilizas para o mal. / Os teus lábios tramam fraudes, que são muitas.
6 - Faze a Deus um sacrifício de louvor, / cumpre os votos que a ele tu fizeste! Vem, me invoca, então, na hora das angústias, / e virei te libertar do que sofreste.